Quando a família não te dá apoio...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quando a família não te dá apoio...

Mensagem  tati00 em Sex Jan 30, 2009 2:17 pm

Tenho 20 anos e desde os 16 sei q sou bi...
Tenho 2 outras irmãs mais velhas.. uma é lésbica assumida e a outra é hetero.
Minha irmã se assumiu tem pouco tempo, minha família é totalmente preconceituosa, minha mãe chegou a ficar doente algum tempo e vivia dizendo pra mim que aquilo é uma aberração, que é o demônio tentando minha irmã e que um dia se Deus quiser ela vai sair disso, mas ela n fala com minha irmã pq ela já se sustenta sozinha.
Todo mundo sempre teve suspeita de mim.. nunca fui mt feminina... minha mãe e minha irmã (hetero) passaram a me vigiar constantemente tornando minha vida um inferno. Eu estava no meio de um namoro com uma garota que eu amo, e sempre q eu conversava com ela pela internet minha irmã ficava atras de mim me vigiando.. depois chamava minha mãe e n adianta mentir pra mãe... ela falava q não era pra eu ficar de conversa com meninas na internet, desligava o computador e me mandava dormir.. direto isso ainda acontece... eu n falava nada, só abedecia.
Minha vida tá virando um inferno... só queria viver em paz, quando eu tiver condições de me sustentar posso até me assumir, mas eu n quero isso agora, mas parece q elas forçam... tenho medo q minha mãe fique mal de novo, mas ela tá procurando... fico em estado de pânico...
Ela diz q vai me mudar de qualquer jeito...
N sei mais o q fazer...
avatar
tati00
Recruta
Recruta

Número de Mensagens : 11
Idade : 28
Localização : Minas
Data de inscrição : 30/01/2009

Ver perfil do usuário http://thehole-nath.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando a família não te dá apoio...

Mensagem  ~Angel~ em Sex Jan 30, 2009 9:36 pm

Olá Tati!
Antes de falar qualquer coisa, seja muito bem-vinda ao fórum! É um prazer imenso tê-la por aqui Smile

Agora sobre o seu problema, senti nas suas palavras que está meio desesperada, eu sei que o que vou dizer é muito difícil de ser feito, mas mesmo assim eu digo: tenha calma. A mãe de praticamente todas as péssimas escolhas que a gente faz na vida é o desespero e a afobação.
Você já tem a resposta para o seu problema, você mesma a deu, mas quando a gente está desesperada, não enxerga direito, você o disse: não pode se assumir bissexual agora, não tem condições de fazer isso pela sua idade, pelo fato de não se sustentar sozinha, por estar ainda estudando, etc. Você tem certeza de que se se assumisse a sua família não apoiaria a sua escolha, então você sabe o que tem que fazer. Você tem que fingir que não percebe essas coisas que a sua mãe e a sua irmã fazem, faça de conta que acha engraçada a preocupação delas com uma “besteira” dessas, mantenha a sua vida pessoal só para você, preserve a sua intimidade e guarde-a só para você enquanto estiver debaixo do teto da sua mãe.

Eu sou totalmente contra os homossexuais enrustidos, eu sou contra quem não se assume, quem não é feliz com o que é, quem finge ser algo diferente do que é em realidade, mas isso não me impede de ver que há situações nas quais você não pode se dar o luxo de sair gritando aos quatro ventos que gosta de mulher, você depende financeiramente da sua família no momento, seria uma besteira que não melhoraria em nada a sua vida se você contasse à sua mãe que está apaixonada por uma mulher. Você pensa que está vivendo um inferno agora? Pense em como seria a sua vida se elas não tivessem apenas a dúvida sobre você, se tivessem a certeza... pense nas chantagens emocionais que a sua mãe faria (sim, com todo respeito por você e pela sua mãe, mas grande parte do drama que as mães fazem neste tipo de situação é pura chantagem emocional, puro fingimento mesmo), pense em como iriam vigiar a sua vida muito mais que hoje, pense nelas querendo arrastar você para terapia, querendo te “curar” da doença que elas imaginam que você tem e você sem poder sair de casa, sem ter onde morar, como pagar as suas contas, etc... pense em tudo isso e você vai entender que há coisa pior do que você está vivendo hoje.

Te falo isso tudo por experiência, para que os meus pais me aceitassem como sou precisei viver 3 meses nesse inferno que te descrevi ai encima e olha que os meus pais são pessoas bastante razoáveis e compreensivas, o problema é que todo ser humano precisa de tempo para processar informações novas, alguns precisam de mais tempo que outros... Os meus pais precisaram de quase um ano para voltar a ter comigo o mesmo relacionamento que tinham antes e isso porque eu fui embora de casa logo após contar a eles que sou lésbica (3 meses depois).
Por isso eu te digo, primeiro, tenha calma e paciência, va aos pouquinhos tentando criar mais independência, você estuda... procure também um emprego, eu trabalhei e estudei toda a vida e estou aqui, viva e com os meus diplomas bonitinhos, não perdi os cursos, nada de ruim me aconteceu. Trabalhar é bom, da maior controle sobre a própria vida, você passa a maior parte do tempo fora de casa, cria independência, junta um dinheirinho em caso de que algo aconteça (por exemplo todo mundo descobrir que você namora uma menina e precisar ir embora de casa às presas). Vá aos pouquinhos se desvinculando um pouco da família, se afastando um pouco, reserve a sua vida amorosa e sexual só para você, não dê abertura para que ninguém se sinta no direito de comentar sobre esses temas com você, se alguém perguntar se você está namorando com um algum rapaz seja séria e firme na sua reposta, fale sem medo “isso não é da sua conta”, não permita que ninguém se intrometa em assuntos que só interessam a você.

Sobre o medo da sua mãe “ficar mal”, eu diria: você não é responsável pela felicidade de ninguém, se a sua mãe está bem ou mal isso é responsabilidade dela, é algo que ela mesma precisa controlar e resolver, se ela se sente mal porque as filhas não são exatamente o que ela quer que sejam, ela precisa procurar ajuda de um profissional para lidar com isso, precisa entender que os pais não podem viver a vida pelos filhos, que cada um vem a este mundo para trilhar o seu próprio caminho. Se ela não é capaz de entender isso, não há nada que você possa fazer para ajudá-la, mentir e enganar pelo resto da vida não vai ajudar, vai apenas mascarar uma situação que existe mesmo assim. Nem você nem a sua irmã são responsáveis pelo bem ou o mal estar da sua mãe, cada um é responsável por si mesmo.

Tudo isso que eu falei, é claro, a minha opinião muito particular (como são sempre todas as minhas opiniões). Eu apenas digo o que eu faria no seu caso, mas você deve encontrar a solução que considere mais adequada ao seu problema e a sua situação específica. Eu me limito a desejar que seja o que for que você faça, que as suas escolhas sejam sempre as melhores, que os resultados sejam os melhores possíveis e que você seja muito feliz.


Última edição por ~Angel~ em Sab Jan 31, 2009 3:26 pm, editado 1 vez(es)
avatar
~Angel~
2ºSargento
2ºSargento

Número de Mensagens : 242
Idade : 37
Localização : Faro, Portugal
Data de inscrição : 04/03/2008

Ver perfil do usuário http://angelcorrea.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando a família não te dá apoio...

Mensagem  tati00 em Sab Jan 31, 2009 1:25 pm

Vou seguir todos os conselhos que disse.. dar esse novo rumo na minha vida.
Muito obrigada por tudo q vc disse... clareou bem as minhas idéias.

Mas eu ainda me preocupo muito com a saúde de minha mãe, talvez esse seja o principal motivo de não contar nada agora.
Eu acho q ela n vai mudar de opinião sobre isso nunca, minha família é a tipica familia católica do interior de minas. Dá pra imaginar né? Minha mãe já disse q vai fazer uma novena pra mudar minha irmã. rs.
Já entendi que minha família ou grande parte dela tirando algumas pessoas não iria me apoiar nem hoje nem no futuro. O que eu vou ter q fazer mesmo eh me afastar, mesmo gostando muito deles, eles n me dão outra escolha se eu quiser ser feliz e ter paz.
Sei que muitas outras garotas passam por isso, mas aqui tem aquela tipica mentalidade do interior, em que tudo q é fora do normal é considerado como uma aberração e tudo parece muito pior, por isso o desespero é tão grande.
Mas agora já estou bem melhor e com a cabeça no lugar de novo.

Novamente... obrigada pelos conselhos.
avatar
tati00
Recruta
Recruta

Número de Mensagens : 11
Idade : 28
Localização : Minas
Data de inscrição : 30/01/2009

Ver perfil do usuário http://thehole-nath.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando a família não te dá apoio...

Mensagem  tati00 em Dom Fev 01, 2009 9:43 pm

O inferno da minha vida vai piorando aos poucos.... n sei o q tô fazendo de errado.

Até minha irmã que é lésbica ao invés de me apoiar me recrimina tb.

Eu n posso mais querer ficar sozinha ou entrar na internet que eles começam a me perseguir como se eu tivesse fazendo alguma coisa errada, mas n tô, n tenho nenhuma namorada na internet, apesar de manter contato com minha ex, mas só isso.

Tô começando a ficar insegura demais com tudo isso, as vezes sinto q quem vai começar a ficar mal sou eu.

Tá mt dificil...
avatar
tati00
Recruta
Recruta

Número de Mensagens : 11
Idade : 28
Localização : Minas
Data de inscrição : 30/01/2009

Ver perfil do usuário http://thehole-nath.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando a família não te dá apoio...

Mensagem  K/Laine em Seg Fev 02, 2009 5:14 pm

Eis-me aqui para dar uma de psicologa!
Tati, acredito que vc não esteja fazendo nada de errado. É claro que vc é uma vítima, mas não podemos dizer que sua família, sua mãe em especial, também não o são. Quando a gente sai desse inferno que é o processo de não aceitação da família, começa a ver tudo com outros olhos. Não dá para dizer que vai ser fácil o caminho que vc ainda tem pela frente, pq não será. Mas uma lição mto importante é q vc deve ter muita, mas mta paciencia, pq assim como vc está sofrendo com td isso, sua mãe tbm está. E certamente, embora sejam pessoas do interior e ainda religiosa, o que é uma combinação complicada, não são caso perdido. O problema é que esse tipo de coisa depende do tempo e o tempo pode ser bem cruel às vezes, não é?
Bom, se estão agindo como se vc estivesse fazendo algo errado, seja categorica em demonstrar que não está. E por mais solitário q seja, por enqto vc vai ter de guardar mto de td isso para si, para evitar brigas, coisas que possam ser jogadas na sua cara e etc. E é difícil que vc não fique mal, na verdade, vc é uma menina mto forte por estar aí, aguentando essa barra e continuar seguindo em frente. Continue assim e sempre que puder dar uma escapada, venha aqui e desabafe. Ou pegue um papel e escreva td o q passa pela sua cabeça, msm q depois vc tenha de jogá-lo fora, queima-lo ou coisa do tipo. Esse processo é complicado e não existe um caminho mais fácil ou curto que não seja covarde e estupido. O melhor q vc pode fazer é respirar fundo, aguentar firme e chorar qdo precisar, botar pra fora sempre que puder, pra q isso não te devore.
E espero que não tenha problema fazer uma propaganda aqui, mas esse site pode ser util: http://www.gph.org.br/
Embora seja voltado para os pais, as vezes é uma boa fonte para entendê-los. A gnt acaba tendo uma tendencia a achar que somos as únicas vitimas, mas na sociedade em que vivemos, é dificil que nossos pais lidem com isso. Volto a dizer, demanda tempo.
O mais importante é que vai dar tudo certo, tanto para ti qto para sua irmã. Viva sua vida o melhor que puder e conquiste sua independencia. Lá na frente vc vai olhar para trás e ver que cresceu e aprendeu mto com essa experiencia, por pior que tenha sido.
Boa sorte mocinha! Precisando, estamos aqui. Já percebi que as pessoas nesse forum são adoraveis e ótimos ombros amigos!! cheers
avatar
K/Laine
Soldado
Soldado

Número de Mensagens : 39
Idade : 29
Data de inscrição : 01/02/2009

Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/ran_ma_cherie

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando a família não te dá apoio...

Mensagem  ~Angel~ em Seg Fev 02, 2009 10:17 pm

tati00 escreveu:O inferno da minha vida vai piorando aos poucos.... n sei o q tô fazendo de errado.

Até minha irmã que é lésbica ao invés de me apoiar me recrimina tb.

Eu n posso mais querer ficar sozinha ou entrar na internet que eles começam a me perseguir como se eu tivesse fazendo alguma coisa errada, mas n tô, n tenho nenhuma namorada na internet, apesar de manter contato com minha ex, mas só isso.

Tô começando a ficar insegura demais com tudo isso, as vezes sinto q quem vai começar a ficar mal sou eu.

Tá mt dificil...

Oi Tati!
Bom, eu concordo em parte com Laine e em parte não... eu não acredito em vítimas, talvez por eu ser muito orgulhosa, mas acredito que as pessoas fazem escolhas e devem assumir a responsabilidade pelas escolhas que fazem. Se eu escolho sair por ai gritando aos quatro ventos que sou lésbica, devo assumir o possível risco de ser discriminada; se eu escolho não apoiar o meu filho por ele não ser a cópia fiel do que eu quero que seja, devo assumir o risco de ver no futuro o meu relacionamento com ele deteriorado. Não podemos sair por ai culpando a sociedade o Deus ou aos Americanos por tudo o que acontece em nossas vidas, temos um cérebro e ele foi feito para ser utilizado em todo momento, quem decide seguir o que a sociedade diz, o que o pastor da igreja disse, o que o professor da faculdade disse está fazendo a escolha de não utilizar o seu próprio raciocínio para resolver os problemas que se apresentam na vida... haverá também de assumir as conseqüências disso.
Mas voltando ao seu problema, meu bem, eu sei que o que você está passando é complicado, mas acredite em mim, tudo passa, você não vai precisar agüentar essa marcação toda pelo resto da sua vida, é só um tempo até você ser independente. Eu sei que falar é fácil, que ninguém está ai no seu lugar, sei disso, mas quer um conselho de quem já passou por uma situação similar? Não dê motivos para suspeitarem mais, não bata de frente... bater de frente NUNCA é uma boa estratégia... eles não querem deixar você usar a internet? Respire fundo, faça uma brincadeira do tipo "afff até parece que vou usar a internet para ver vídeos pornográficos" , ria um pouco, faça de conta que não te afeta que não deixem você usar a internet, pega um livro e lê ou (melhor ainda) sai pra dar uma volta, vai pra rua, se tiver que usar a net, usa numa lan house, não dá motivo para que a sua família implique com você. Agüenta um par de meses assim e você vai ver que aos pouquinhos a tua família vai parar de pegar no teu pé. Calma e paciência, meu bem.
Se você pude usar a internet na faculdade, faça isso, passe a maior parte do seu tempo na faculdade e tente arrumar um emprego, sério mesmo, arrumar um emprego é bom, você vai ter uma grana só sua e assim pode contratar uma internet só para você ou ir mais nas lan, etc. Pense nisso.
Abraços bem fortes e se precisar de alguma coisa, venha aqui que para isso estamos :***

PS: Laine, sorry se pareci meio "bitch" quando escrevi lá encima meu comentário sobre o seu comentário... vc não me conhece, mas eu sou muito, muito sincera, isso não significa que não respeite o seu ponto de vista e o ponto de vista de todo mundo... pelo contrário, acho que aqui não tem maior defensora de que cada um tenha a sua própria opinião sobre tudo do que eu :***
avatar
~Angel~
2ºSargento
2ºSargento

Número de Mensagens : 242
Idade : 37
Localização : Faro, Portugal
Data de inscrição : 04/03/2008

Ver perfil do usuário http://angelcorrea.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando a família não te dá apoio...

Mensagem  tati00 em Ter Fev 03, 2009 2:26 pm

Por sorte eu estudo em outra cidade....
Mas moro com minha tia... e já tive uma problema com ela tb.
Uma vez ela leu todas minhas conversas do msn (n sabia q estava gravando) e descobriu sobre mim.
Ela contou tudo pra minha mãe (descobri tem pouco tempo) e ela teve a cara de pau de me falar q n tinha contado nada e que queria ser minha amiga.
Sei que quando eu voltar pra casa dela irá me vigiar tb..
Tô fazendo de tudo pra suportar a situação.
Mas internet pra mim é sagrada.
Meu principal meio de contato com minha ex era por msn (ela mora em outra cidade).
Tava tentando uma reconciliação com ela pela net... mas essa vigia em cima de mim tem atrapalhado tudo.
Isso q me dá mais angústia... tô perdendo uma pessoa q amo pq quase n dá pra falar com ela (tem tb problemas de horário, ligação cara, etc... a net facilitava tudo).
avatar
tati00
Recruta
Recruta

Número de Mensagens : 11
Idade : 28
Localização : Minas
Data de inscrição : 30/01/2009

Ver perfil do usuário http://thehole-nath.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando a família não te dá apoio...

Mensagem  ~Angel~ em Sex Fev 06, 2009 10:22 am

tati00 escreveu:Por sorte eu estudo em outra cidade....
Mas moro com minha tia... e já tive uma problema com ela tb.
Uma vez ela leu todas minhas conversas do msn (n sabia q estava gravando) e descobriu sobre mim.
Ela contou tudo pra minha mãe (descobri tem pouco tempo) e ela teve a cara de pau de me falar q n tinha contado nada e que queria ser minha amiga.
Sei que quando eu voltar pra casa dela irá me vigiar tb..
Tô fazendo de tudo pra suportar a situação.
Mas internet pra mim é sagrada.
Meu principal meio de contato com minha ex era por msn (ela mora em outra cidade).
Tava tentando uma reconciliação com ela pela net... mas essa vigia em cima de mim tem atrapalhado tudo.
Isso q me dá mais angústia... tô perdendo uma pessoa q amo pq quase n dá pra falar com ela (tem tb problemas de horário, ligação cara, etc... a net facilitava tudo).

Oi Tati, linda, como vai tudo por ai? Eu sei que provavelmente vc está com problemas para entrar na net e tal, mas não suma, ok? venha de vez em quando nos contar ocmo vai tudo na sua casa, se não podemos te ajudar, pelo menos podemos te "ouvir" (ou te ler, que é a mesma coisa).
Beijos e força ai, menina :***
avatar
~Angel~
2ºSargento
2ºSargento

Número de Mensagens : 242
Idade : 37
Localização : Faro, Portugal
Data de inscrição : 04/03/2008

Ver perfil do usuário http://angelcorrea.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quando a família não te dá apoio...

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum