40 erros que as mulheres cometem na hora H parte 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

40 erros que as mulheres cometem na hora H parte 2

Mensagem  Convidad em Ter Out 27, 2009 6:56 pm

    21) IMITAR ATITUDE DE FILME PORNÔ
    Nos filmes pornôs, as mulheres fazem sexo com unhas enormes e sempre usam algum
    acessório bizarro de
    maneira mais bizarra ainda – tipo enfiar um pepino na outra enquanto
    ela planta bananeira. E ainda gritam o tempo todo como se estivessem
    sentindo um prazer enorme naquilo. Você não precisa ser uma acrobata
    sexual nem assaltar a gaveta de legumes da sua geladeira para
    impressionar. Pelo contrário, filmes pornôs devem servir apenas de
    estímulo – não de modelo – para suas transas. Então, pense duas vezes
    antes de usar na sua parceira aquela cenoura linda que você comprou na
    feira ontem – é bem provável que ela prefira comê-la na salada que ser
    comida por ela na hora H.

    22) DEIXÁ-LA DESCONFORTÁVEL POR ERAS
    Ás vezes uma posição diferente dá uma incrementada no sexo, mas pode ser
    que ela não se sustente por muito tempo. Nas preliminares, havendo
    criatividade, disposição e condições físicas, vale tudo. Só que ficar
    10, 15 minutos naquela acrobacia talvez não seja possível. Então, antes
    de iniciar os trabalhos – com a mão, com a boca ou com acessórios –
    tenha certeza que sua parceira esteja confortável e possa curtir o
    estímulo sem sentir câimbras nem ter que mudar de posição na hora em
    que esteja sentindo mais prazer. Ajeitem-se antes para que as
    interrupções sejam evitadas.

    23) TENTAR FAZER SEXO ANAL E FINGIR QUE FOI UM ACIDENTE
    Esta modalidade de sexo não costuma ser muito popular entre as lésbicas, mas
    há quem goste. Algumas conseguem sentir prazer desta forma e outras têm
    tara por essa parte meio transgressora do corpo. Se você é dessas que
    se excitam só de pensar em penetrar sua querida pelos fundos, mas ela
    nunca manifestou este desejo, pergunte antes se pode colocar o dedo –
    ou qualquer coisa – lá. Nada de ficar curiosa e aproveitar um momento
    de descuido para fazer um fio terra na parceira. É piada de mau gosto.

    24) TIRAR FOTOS OU FILMAR SEM PERMISSÃO

    Ela tem um corpo invejável e você gostaria muito de registrar isso em foto?
    Peça antes,
    mas nunca, jamais, em hipótese alguma, fotografe-a nua sem ela
    perceber. Se o fizer, tenha a decência de mostrar a foto logo em
    seguida e deixe-a decidir se deve apagá-la ou não. Uma foto desse tipo
    expõe a pessoa ao máximo e nem toda mulher se sente confortável ao se
    ver pelada em um LCD.
    Cada uma lida com a própria imagem de um jeito,
    então se ela for tímida e não gostar da experiência, respeite. E
    principalmente, se o relacionamento terminar, apague as fotos ou
    devolva-as. Usar este tipo de material como chantagem contra a ex é
    baixo e antiético.

    25) FICAR SE MEXENDO DEMAIS DURANTE O SEXO ORAL

    Sabemos o quanto o sexo oral pode ser delicioso, pois aquela sensação delicada
    da língua na vagina é insubstituível. Só que isso precisa de técnica –
    acertar o clitóris, aquela coisinha minúscula, não é tarefa fácil e
    ficará ainda mais difícil se você não sossegar. Vale gemer, vale
    ofegar, vale se mexer um pouco, vale apertar os lençóis com força com
    as mãos, mas não fique requebrando demais ou sua amada não vai acertar
    o alvo nunca. E não agarre a cabeça dela nem afunde-a no meio das suas
    pernas como se quisesse sufocá-la na sua vagina – ela faz os
    movimentos, você só curte a sensação.

    26) LADRAR INSTRUÇÕES
    Nada de encarnar o espírito de Felipão-na-beira-do-campo na hora do sexo, sua
    amada não precisa de treinador na cama. Dar berros de incentivo ou ordenar que
    ela faça isso
    e aquilo não é excitante. Se está gostoso, incentive, do contrário,
    mostre gentilmente o que te incomoda ou sugira fazer de maneira
    diferente. Empolgação é diferente de instrução.


    27) FALAR PUTARIAS

    Algumas mulheres se excitam ao ouvir obscenidades na hora do sexo. Porém a
    linha que separa um comentário erótico de uma sacanagem vulgar é muito
    tênue, então não abuse do recurso. Ganhe alguma intimidade antes de
    arriscar falar besteiras ao ouvido dela, porque são três as reações
    possíveis:
    1) ela gostar, se excitar e talvez até falar também;
    2) ela se assustar e achar que você é uma tarada pervertida;
    3) ela achar o comentário ridículo, cair na gargalhada e estragar o clima por
    completo.
    Caso
    queira arriscar, cuidado para não soar falsa e parecer atendente de
    disque-sexo. E relaxe: se ela gosta de escutar sacanagem, você vai
    ficar sabendo.


    28) ABANDONÁ-LA DEPOIS DO SEXO

    Gozar e virar para o lado é péssimo. Fazê-la gozar e abandoná-la depois é pior
    ainda. Sexo é sinônimo de intimidade, por isso um carinho no final é sempre
    bem-vindo. Toda mulher gosta de uma carícia no cabelo, um beijo
    delicado no rosto, um abraço afetuoso depois do orgasmo. Seja gentil,
    mostre que se importe com ela. Não tem coisa mais gostosa que o
    aconchego depois do corpo relaxar. Ainda que seja sexo casual, você não
    precisa agir como um homem e apagar. Delicadeza antes, durante e depois
    é fundamental.

    29) NÃO CUIDAR DA HIGIENE

    O cheiro natural da mulher é delicioso, mas não quando o suor fede.
    Desodorante bom e caro não é despesa, é investimento – nada paga a sua
    segurança ao tirar a blusa e não passar vergonha, então não economize
    com aqueles sprays vagabundos de cheiro enjoativo. Cabelo gorduroso
    também é inaceitável – se é oleoso, lave todo dia, você não vai querer
    que sua amada fique enojada ao lhe fazer um carinho na cabeça. E por
    último, não se esqueça da perereca: limpeza caprichada antes do sexo,
    porque cheiro de excitação é bom, mas cheiro de bacalhau,
    definitivamente, não é.


    30) USAR LINGERIE GASTO OU SEM GRAÇA
    Sabe aquela calcinha de algodão do Piu Piu toda arreganhada e desbotada que
    você adora? Então, JAMAIS vá para a cama com sua amada com ela.
    Lingerie velho, costurado, puído, furado ou deformado é uma visão dos
    infernos e tira o tesão de qualquer uma. Não precisa usar só calcinha
    de renda vermelha, mas a roupa de baixo merece um cuidado especial.
    Vale a pena investir em algumas peças de melhor qualidade para usar em
    momentos especiais. E beleza não é tudo: o lingerie deve ser
    confortável também, afinal, você não vai querer ficar se contorcendo
    por causa de um sutiã que aperta ou uma renda que pinica. Em tempo:
    calcinha bege é coisa da sua avó – não use, é anticopulante.


    31) GRITAR
    É bom que ela saiba que você está sentindo prazer,
    porém não é nada bom que os vizinhos dela saibam também. A não ser que
    vocês estejam em uma casa isolada no meio do mato ou em uma praia
    deserta, controle sua potência vocal. Em se tratando de sexo, fazer
    escândalo não é nada elegante e discrição é sempre bem-vinda. Além do
    mais, algumas mulheres se assustam um pouco com essa atitude meio
    selvagem, portanto pense bem antes de dar vazão ao seu lado soprano.

    32) FICAR QUIETA DEMAIS
    Gemidos e sussurros são altamente excitantes e servem de parâmetro para ela
    saber que você está gostando do que ela está fazendo. Não fique quieta
    e muda o tempo todo, deixe a timidez de lado e demonstre o que está
    sentindo. Se está bom, elogie de maneira sacana, se está ruim, peça
    para fazer diferente, se o prazer te invade, deixe-o sair pela sua
    boca. Só não vale forçar a barra: não vá gemer só para agradar, é
    preciso extravasar o sentimento de maneira natural e espontânea ou
    soará falso feito aquelas mulheres que dizem “Yes! Yes! Yes!” em filme
    pornô.
    33) FICAR DURA FEITO ESTÁTUA
    Se sua amada quisesse uma boneca
    inflável, ela comprava uma. Sexo é uma
    atividade dinâmica e de contato, então nada de ficar dura feito
    estátua. Mulher parada na cama é altamente desestimulante e passa a
    imagem de alguém que tem preguiça de fazer sexo. Não precisa ser uma
    acrobata sexual e inventar malabarismos, basta se entregar e interagir.
    Envolva-se, encaixe seu corpo no dela, mude de posição, faça carinhos,
    estimule, provoque - mexa-se!

    34) NUNCA TOMAR A INICIATIVA
    A grande vantagem de um relacionamento lésbico é a igualdade de condições: são
    duas mulheres com a potencial capacidade de fazer as mesmas coisas, então
    aproveite
    esta condição e tome a iniciativa também. Não deixe tudo nas mãos da
    sua amada. E nem vale usar a desculpa “sou passiva, ela faz tudo”:
    ainda assim você pode seduzi-la e provocá-la. Não espere que só ela te
    procure na cama, te fale o que gosta e faça coisas gostosas contigo.
    Carinho e desejo independem dos papéis exercidos na relação, portanto,
    saia da letargia e faça a sua parte!


    35) COMPARAR COM A EX

    É natural compararmos a atual com a ex – o que cada uma faz de mais gostoso na
    cama, onde cada uma erra feio, quem é melhor, quem é pior... Mas jamais DIGA
    isso para sua atual. É
    deselegante demais, e pode magoá-la profundamente. Se a outra fazia
    algo melhor, você pode perfeitamente ensinar a atual a fazer também,
    mas sem que ela saiba a origem da lição. Evite comentários sobre a sua
    vida sexual pregressa, sua amada não quer saber se fulana beijava bem
    ou se beltrana era a rainha do sexo oral. Só fale algo se ela perguntar
    – e deixe claro que hoje é melhor. Se não for, está na hora de avaliar
    seu relacionamento...

    36) FALAR O NOME DA EX
    Em um relacionamento, chama-se pela namorada o tempo todo – torna-se automático
    colocar o nome dela no início ou no fim das frases. Depois que o namoro acaba,
    demora-se um
    pouco para se livrar desse hábito. Por isso, tome cuidado na hora H
    para não ressuscitar a Falecida do mundo dos mortos. Será extremamente
    desagradável para sua amada ouvir o nome da outra na cama, pois ela
    automaticamente pensará que você está transando com ela pensando na ex.
    Se você acha que tem grandes chances de fazer isso, não fale nome algum
    para não correr o risco de confundir-se. E concentre-se!

    37) ASSUSTÁ-LA COM SUAS FANTASIAS

    Para dar um plus àquela noite entediante, vale dar asas à imaginação e soltar
    as feras... Mas tente não ser muito ousada no quesito fantasia: evite exageros
    nas
    roupas/lingeries, e na escolha do cenário para o tchururu. Pode ser que
    sua gata tenha fetiche com Enfermeiras ou Colegiais, mas não curta
    muito uma experiência sado-masoquista, então antes de aparecer de
    calcinha de couro e chicotinho na mão, tente sondá-la para saber o que
    ela curte. Tenho certeza que você não vai querer marcar a vida daquela
    garota sendo a transa mais bizarra da vida dela.


    38) DEBOCHAR DAS FANTASIAS DELA

    Se sua gata não leu a 37ª dica e acabou te levando para acampar na selva
    amazônica com direito a toda flora e fauna ao redor; ou pior, encarnou a Angela
    Bismarck no
    carnaval passado, tente engolir o pânico, o medo, as gargalhadas e
    todos os sentimentos e reações que podem deixá-la envergonhada. Se for
    mesmo impossível dar continuidade, pare e converse com calma.
    Sensibilidade é o segredo: não faça com que sua amada se sinta
    reprimida.

    39) AGRADECER

    Fazer sexo não é fazer favor, então nunca agradeça
    a uma mulher por ir para a cama com você. É esquisito e ofensivo. Se
    tiver sido bom, faça um elogio sincero. Se quiser repetir a dose, no
    mesmo dia ou em outra ocasião, deixe isso claro de alguma forma. Mas
    não diga “Obrigada”. Seu quarto não é casa de caridade.


    40) SEGUIR À RISCA DICAS DE BLOG LÉSBICO

    Todas as dicas aqui foram baseadas em nossas – minhas e de Rainha de Copas –
    experiências pessoais. Já presenciamos muitos dos erros aqui, já cometemos
    alguns
    também, e esperamos que as dicas sejam úteis para tornar a vida sexual
    das sapas mais agradável. Mas é claro que não somos infalíveis, nem
    possuidoras da verdade absoluta. Você obviamente não irá concordar com
    tudo o que escrevemos, porque é impossível generalizar o comportamento
    sexual de alguém. Cada pessoa é única, formada de diferentes
    experiências ao longo da vida. Então use as nossas dicas como um guia,
    não como uma manual de sobrevivência na cama. Adapte nossos conselhos à
    sua realidade, use o que achar válido, esqueça o que achar bobagem, e
    seja muito feliz com sua gata entre quatro paredes.

    fonte: http://aliceinlesboland.blogspot.com/



Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 40 erros que as mulheres cometem na hora H parte 2

Mensagem  Convidad em Qua Out 28, 2009 7:08 am

Ane escreveu:
    21) IMITAR ATITUDE DE FILME PORNÔ
    Nos filmes pornôs, as mulheres fazem sexo com unhas enormes e sempre usam algum
    acessório bizarro de
    maneira mais bizarra ainda – tipo enfiar um pepino na outra enquanto
    ela planta bananeira. E ainda gritam o tempo todo como se estivessem
    sentindo um prazer enorme naquilo. Você não precisa ser uma acrobata
    sexual nem assaltar a gaveta de legumes da sua geladeira para
    impressionar. Pelo contrário, filmes pornôs devem servir apenas de
    estímulo – não de modelo – para suas transas. Então, pense duas vezes
    antes de usar na sua parceira aquela cenoura linda que você comprou na
    feira ontem – é bem provável que ela prefira comê-la na salada que ser
    comida por ela na hora H.

    hahahahaahhahaa..eu sempre imaginei o q aconteceria se uma daquelas unhas postiças se perdessem lá dentro...
    Ok...nada de imitar filme pornô xDD


    22) DEIXÁ-LA DESCONFORTÁVEL POR ERAS
    Ás vezes uma posição diferente dá uma incrementada no sexo, mas pode ser
    que ela não se sustente por muito tempo. Nas preliminares, havendo
    criatividade, disposição e condições físicas, vale tudo. Só que ficar
    10, 15 minutos naquela acrobacia talvez não seja possível. Então, antes
    de iniciar os trabalhos – com a mão, com a boca ou com acessórios –
    tenha certeza que sua parceira esteja confortável e possa curtir o
    estímulo sem sentir câimbras nem ter que mudar de posição na hora em
    que esteja sentindo mais prazer. Ajeitem-se antes para que as
    interrupções sejam evitadas.


    Kama Sutra talvez??


    23) TENTAR FAZER SEXO ANAL E FINGIR QUE FOI UM ACIDENTE
    Esta modalidade de sexo não costuma ser muito popular entre as lésbicas, mas
    há quem goste. Algumas conseguem sentir prazer desta forma e outras têm
    tara por essa parte meio transgressora do corpo. Se você é dessas que
    se excitam só de pensar em penetrar sua querida pelos fundos, mas ela
    nunca manifestou este desejo, pergunte antes se pode colocar o dedo –
    ou qualquer coisa – lá. Nada de ficar curiosa e aproveitar um momento
    de descuido para fazer um fio terra na parceira. É piada de mau gosto.

    hohohoho....nunca imaginei a cena de uma mulher fingindo antes de ler isso. "desculpa foi engano?"


    24) TIRAR FOTOS OU FILMAR SEM PERMISSÃO

    Ela tem um corpo invejável e você gostaria muito de registrar isso em foto?
    Peça antes,
    mas nunca, jamais, em hipótese alguma, fotografe-a nua sem ela
    perceber. Se o fizer, tenha a decência de mostrar a foto logo em
    seguida e deixe-a decidir se deve apagá-la ou não. Uma foto desse tipo
    expõe a pessoa ao máximo e nem toda mulher se sente confortável ao se
    ver pelada em um LCD.
    Cada uma lida com a própria imagem de um jeito,
    então se ela for tímida e não gostar da experiência, respeite. E
    principalmente, se o relacionamento terminar, apague as fotos ou
    devolva-as. Usar este tipo de material como chantagem contra a ex é
    baixo e antiético.


    25) FICAR SE MEXENDO DEMAIS DURANTE O SEXO ORAL

    Sabemos o quanto o sexo oral pode ser delicioso, pois aquela sensação delicada
    da língua na vagina é insubstituível. Só que isso precisa de técnica –
    acertar o clitóris, aquela coisinha minúscula, não é tarefa fácil e
    ficará ainda mais difícil se você não sossegar. Vale gemer, vale
    ofegar, vale se mexer um pouco, vale apertar os lençóis com força com
    as mãos, mas não fique requebrando demais ou sua amada não vai acertar
    o alvo nunca. E não agarre a cabeça dela nem afunde-a no meio das suas
    pernas como se quisesse sufocá-la na sua vagina – ela faz os
    movimentos, você só curte a sensação.

    Mas nos filmes prnôs elas se mexem muuuuito xDDD

    26) LADRAR INSTRUÇÕES
    Nada de encarnar o espírito de Felipão-na-beira-do-campo na hora do sexo, sua
    amada não precisa de treinador na cama. Dar berros de incentivo ou ordenar que
    ela faça isso
    e aquilo não é excitante. Se está gostoso, incentive, do contrário,
    mostre gentilmente o que te incomoda ou sugira fazer de maneira
    diferente. Empolgação é diferente de instrução.

    Hummm depende..e se ela curtir um Felipão???


    27) FALAR PUTARIAS

    Algumas mulheres se excitam ao ouvir obscenidades na hora do sexo. Porém a
    linha que separa um comentário erótico de uma sacanagem vulgar é muito
    tênue, então não abuse do recurso. Ganhe alguma intimidade antes de
    arriscar falar besteiras ao ouvido dela, porque são três as reações
    possíveis:
    1) ela gostar, se excitar e talvez até falar também;
    2) ela se assustar e achar que você é uma tarada pervertida;
    3) ela achar o comentário ridículo, cair na gargalhada e estragar o clima por
    completo.
    Caso
    queira arriscar, cuidado para não soar falsa e parecer atendente de
    disque-sexo. E relaxe: se ela gosta de escutar sacanagem, você vai
    ficar sabendo.


    28) ABANDONÁ-LA DEPOIS DO SEXO

    Gozar e virar para o lado é péssimo. Fazê-la gozar e abandoná-la depois é pior
    ainda. Sexo é sinônimo de intimidade, por isso um carinho no final é sempre
    bem-vindo. Toda mulher gosta de uma carícia no cabelo, um beijo
    delicado no rosto, um abraço afetuoso depois do orgasmo. Seja gentil,
    mostre que se importe com ela. Não tem coisa mais gostosa que o
    aconchego depois do corpo relaxar. Ainda que seja sexo casual, você não
    precisa agir como um homem e apagar. Delicadeza antes, durante e depois
    é fundamental.

    Putz.....tem gente que num consegue controlar o sono..e aí,como faz?


    29) NÃO CUIDAR DA HIGIENE

    O cheiro natural da mulher é delicioso, mas não quando o suor fede.
    Desodorante bom e caro não é despesa, é investimento – nada paga a sua
    segurança ao tirar a blusa e não passar vergonha, então não economize
    com aqueles sprays vagabundos de cheiro enjoativo. Cabelo gorduroso
    também é inaceitável – se é oleoso, lave todo dia, você não vai querer
    que sua amada fique enojada ao lhe fazer um carinho na cabeça. E por
    último, não se esqueça da perereca: limpeza caprichada antes do sexo,
    porque cheiro de excitação é bom, mas cheiro de bacalhau,
    definitivamente, não é.


    30) USAR LINGERIE GASTO OU SEM GRAÇA
    Sabe aquela calcinha de algodão do Piu Piu toda arreganhada e desbotada que
    você adora? Então, JAMAIS vá para a cama com sua amada com ela.
    Lingerie velho, costurado, puído, furado ou deformado é uma visão dos
    infernos e tira o tesão de qualquer uma. Não precisa usar só calcinha
    de renda vermelha, mas a roupa de baixo merece um cuidado especial.
    Vale a pena investir em algumas peças de melhor qualidade para usar em
    momentos especiais. E beleza não é tudo: o lingerie deve ser
    confortável também, afinal, você não vai querer ficar se contorcendo
    por causa de um sutiã que aperta ou uma renda que pinica. Em tempo:
    calcinha bege é coisa da sua avó – não use, é anticopulante.

    Me lembrou a cena de bridget Jones em q ue ela põe uma calcinha feia e enorme pra não cair na tentação de transarr....e vai transar assim mesmo e o cara quase morre ao ver aquilo...xDD


    31) GRITAR
    É bom que ela saiba que você está sentindo prazer,
    porém não é nada bom que os vizinhos dela saibam também. A não ser que
    vocês estejam em uma casa isolada no meio do mato ou em uma praia
    deserta, controle sua potência vocal. Em se tratando de sexo, fazer
    escândalo não é nada elegante e discrição é sempre bem-vinda. Além do
    mais, algumas mulheres se assustam um pouco com essa atitude meio
    selvagem, portanto pense bem antes de dar vazão ao seu lado soprano.

    32) FICAR QUIETA DEMAIS
    Gemidos e sussurros são altamente excitantes e servem de parâmetro para ela
    saber que você está gostando do que ela está fazendo. Não fique quieta
    e muda o tempo todo, deixe a timidez de lado e demonstre o que está
    sentindo. Se está bom, elogie de maneira sacana, se está ruim, peça
    para fazer diferente, se o prazer te invade, deixe-o sair pela sua
    boca. Só não vale forçar a barra: não vá gemer só para agradar, é
    preciso extravasar o sentimento de maneira natural e espontânea ou
    soará falso feito aquelas mulheres que dizem “Yes! Yes! Yes!” em filme
    pornô.


    33) FICAR DURA FEITO ESTÁTUA
    Se sua amada quisesse uma boneca
    inflável, ela comprava uma. Sexo é uma
    atividade dinâmica e de contato, então nada de ficar dura feito
    estátua. Mulher parada na cama é altamente desestimulante e passa a
    imagem de alguém que tem preguiça de fazer sexo. Não precisa ser uma
    acrobata sexual e inventar malabarismos, basta se entregar e interagir.
    Envolva-se, encaixe seu corpo no dela, mude de posição, faça carinhos,
    estimule, provoque - mexa-se!


    Alguém consegue ficar dura feito estátua??? ahhhh será q a culpa num seria da parceira e não dela???


    34) NUNCA TOMAR A INICIATIVA
    A grande vantagem de um relacionamento lésbico é a igualdade de condições: são
    duas mulheres com a potencial capacidade de fazer as mesmas coisas, então
    aproveite
    esta condição e tome a iniciativa também. Não deixe tudo nas mãos da
    sua amada. E nem vale usar a desculpa “sou passiva, ela faz tudo”:
    ainda assim você pode seduzi-la e provocá-la. Não espere que só ela te
    procure na cama, te fale o que gosta e faça coisas gostosas contigo.
    Carinho e desejo independem dos papéis exercidos na relação, portanto,
    saia da letargia e faça a sua parte!


    35) COMPARAR COM A EX

    É natural compararmos a atual com a ex – o que cada uma faz de mais gostoso na
    cama, onde cada uma erra feio, quem é melhor, quem é pior... Mas jamais DIGA
    isso para sua atual. É
    deselegante demais, e pode magoá-la profundamente. Se a outra fazia
    algo melhor, você pode perfeitamente ensinar a atual a fazer também,
    mas sem que ela saiba a origem da lição. Evite comentários sobre a sua
    vida sexual pregressa, sua amada não quer saber se fulana beijava bem
    ou se beltrana era a rainha do sexo oral. Só fale algo se ela perguntar
    – e deixe claro que hoje é melhor. Se não for, está na hora de avaliar
    seu relacionamento...

    36) FALAR O NOME DA EX
    Em um relacionamento, chama-se pela namorada o tempo todo – torna-se automático
    colocar o nome dela no início ou no fim das frases. Depois que o namoro acaba,
    demora-se um
    pouco para se livrar desse hábito. Por isso, tome cuidado na hora H
    para não ressuscitar a Falecida do mundo dos mortos. Será extremamente
    desagradável para sua amada ouvir o nome da outra na cama, pois ela
    automaticamente pensará que você está transando com ela pensando na ex.
    Se você acha que tem grandes chances de fazer isso, não fale nome algum
    para não correr o risco de confundir-se. E concentre-se!

    37) ASSUSTÁ-LA COM SUAS FANTASIAS

    Para dar um plus àquela noite entediante, vale dar asas à imaginação e soltar
    as feras... Mas tente não ser muito ousada no quesito fantasia: evite exageros
    nas
    roupas/lingeries, e na escolha do cenário para o tchururu. Pode ser que
    sua gata tenha fetiche com Enfermeiras ou Colegiais, mas não curta
    muito uma experiência sado-masoquista, então antes de aparecer de
    calcinha de couro e chicotinho na mão, tente sondá-la para saber o que
    ela curte. Tenho certeza que você não vai querer marcar a vida daquela
    garota sendo a transa mais bizarra da vida dela.


    38) DEBOCHAR DAS FANTASIAS DELA

    Se sua gata não leu a 37ª dica e acabou te levando para acampar na selva
    amazônica com direito a toda flora e fauna ao redor; ou pior, encarnou a Angela
    Bismarck no
    carnaval passado, tente engolir o pânico, o medo, as gargalhadas e
    todos os sentimentos e reações que podem deixá-la envergonhada. Se for
    mesmo impossível dar continuidade, pare e converse com calma.
    Sensibilidade é o segredo: não faça com que sua amada se sinta
    reprimida.

    39) AGRADECER

    Fazer sexo não é fazer favor, então nunca agradeça
    a uma mulher por ir para a cama com você. É esquisito e ofensivo. Se
    tiver sido bom, faça um elogio sincero. Se quiser repetir a dose, no
    mesmo dia ou em outra ocasião, deixe isso claro de alguma forma. Mas
    não diga “Obrigada”. Seu quarto não é casa de caridade.

    Mas..mas...minha mãe me ensinou a agradecer sempre que recebo um presente!!!!

    40) SEGUIR À RISCA DICAS DE BLOG LÉSBICO

    Todas as dicas aqui foram baseadas em nossas – minhas e de Rainha de Copas –
    experiências pessoais. Já presenciamos muitos dos erros aqui, já cometemos
    alguns
    também, e esperamos que as dicas sejam úteis para tornar a vida sexual
    das sapas mais agradável. Mas é claro que não somos infalíveis, nem
    possuidoras da verdade absoluta. Você obviamente não irá concordar com
    tudo o que escrevemos, porque é impossível generalizar o comportamento
    sexual de alguém. Cada pessoa é única, formada de diferentes
    experiências ao longo da vida. Então use as nossas dicas como um guia,
    não como uma manual de sobrevivência na cama. Adapte nossos conselhos à
    sua realidade, use o que achar válido, esqueça o que achar bobagem, e
    seja muito feliz com sua gata entre quatro paredes.

    fonte: http://aliceinlesboland.blogspot.com/



Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum